Publicado por: Ricardo Shimosakai | 04/03/2011

Pessoas com deficiência ganham camarote especial no Galo da Madrugada


Pessoas com deficiências físicas poderão assistir ao desfile do Galo da Madrugada em um camarote especial. A estrutura será adaptada com rampa e corrimão para facilitar o acesso dos cadeirantes. Haverá também intérpretes para ajudar cegos e surdos. A iniciativa faz parte do projeto “Folião com Inclusão”.

A estrutura está localizada em frente à Praça Sérgio Loreto, no bairro de São José, bem onde começa o desfile do Galo. Os grafites vão dar um colorido especial com desenhos que simbolizam a inclusão de pessoas com deficiência à sociedade.

No sábado de Zé Pereira, oito integrantes da banda Segnos – formada por deficientes visuais – vão animar o camarote. Além disso, profissionais vão revelar tudo o que se passa no desfile para os que não ouvem e para os que não enxergam.

“Teremos um intérprete de libras, para deficientes auditivos, um intérprete com áudio-descrição visual para quem não enxerga, banheiros adaptados, rampa. Todo um clima de Carnaval, onde todas as pessoas deverão se sentir incluídas”, diz a secretária de Desenvolvimento Social e de Direitos Humanos, Laura Gomes.

De acordo com o superintendente estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência, João Rocha, um ônibus fará o transporte dos deficientes. “Está previsto um ônibus, que sai da Praça do Derby, onde vamos embarcar às 6h40 e, às 7h, nós já devemos estar no camarote para o café da manhã de recepção. A partir daí, a gente já começar a brincar o Galo”, afirma. O camarote terá capacidade para 80 pessoas que foram selecionadas por associações de apoio aos deficientes.

O funcionário público Edmilson José da Silva foi um dos escolhidos e com a ajuda da noiva Isabela não teve dificuldades para subir a rampa de acesso ao camarote em sua cadeira de rodas. Aos 40 anos de idade, será a primeira vez que Edmilson José terá condições de assistir ao desfile do maior bloco de Carnaval do mundo. Espera que o exemplo seja seguido em outros camarotes. “O importante é a iniciativa, pois a gente começa a ver uma mudança de postura. Quando começam a reconhecer a pessoa com deficiência como um cidadão que também brinca o Carnaval”, diz.

Neste ano, o camarote adaptado só está sendo montado no Recife, no desfile do Galo da Madrugada, mas a ideia é levar o projeto para outras cidades. Caruaru, no Agreste, deve receber o camarote adaptado durante as festas de São João.

Clique no link a seguir para ver o vídeo com a reportagem sobre o Camarote Especial do Galo da Madrugada

Fonte: pe 360 graus


Respostas

  1. Pena que aqui no Rio de Janeiro, não tem muitas opções para a pessoa com necessidades especiais…Sempre que vejo um evento ou passeata ou qualquer coisa que seje, nunca é aqui no Rio…Se souberem de alguma coisa no Rio por favor me informem… Obrigado grande abraço.

    • No Rio de Janeiro também tem opões, só acho que precisam estar melhor organizadas, e ter uma divulgação melhor. Cadastre seu email em nosso portal e sempre receberá notícias, inclusive do Rio


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: