Publicado por: Ricardo Shimosakai | 28/04/2011

Projeto Walk in Alcobaça. Um roteiro áudioguiado que promove a inclusão


Daniela Santos, Inês Amaral, Joana Dinis, Maria do Carmo e Tiago Martins estavam sujeitos ao tema “Alcobaça: Percursos/Recursos – Terra de Valores e Tradições” no seu trabalho para a disciplina de Área de Projeto. E decidiram apensar em algo que viesse “inovar, modernizar e dinamizar o turismo na cidade, fortalecer a importância do entro histórico e valorizar e dar visibilidade ao patrimônio”.

Foi assim que nasceu o projeto ao qual foi chamado “Walk in Alcobaça”, apresentado no passado dia 21 de Maio na Biblioteca Municipal e que pretende “dar a conhecer a história de diversos locais fundamentais numa cidade irradiadora de cultura, história e tradições”.

Nesse sentido, os estudantes traçaram um percurso pedestre, com partida e chegada junto ao Mosteiro, que inclui 11 pontos de interesse, entre os quais o Challet Rino, o Palacete Oliveira, a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, a Confluência dos Rios Alcoa e Baça, o café Tertúlia, a Igreja da Misericórdia e a Casa Museu Vieira Natividade.

Para as diferentes paragens do percurso os alunos preparam uma síntese histórica, com alguns fatos de maior relevância, que depois gravaram em formato MP3. A ideia é que os turistas possam descarregar estas faixas áudio nos seus próprios leitores, ou em aparelhos cedidos pelo Posto de Turismo, e ao ritmo que quiserem, fiquem a conhecer locais e edifícios de interesse, fora da abadia cisterciense.

O áudioguia permite desenvolver uma descrição mais detalhada para pessoas com deficiência visual, além de permitir que uma pessoas com dificuldade de locomoção realize o roteiro em seu tempo, sem a necessidade de correr para acompanhar um grupo. Existem ainda, na mesma linha de aparelhos, modelos com telas, onde é possível gravar um vídeo onde as informações são passadas através de um intérprete de língua de sinais para pessoas com deficiência auditiva.

Pensado tanto para turistas como para a população do conselho e comunidade escolar, o “Walk in Alcobaça” “é apenas um embrião de um projeto que se espera maior e mais alargado”. A idéia está lançada e o trabalho inicial está feito, com a gravação de faixas pelos próprios alunos. O que estes esperam agora é que a autarquia alcobacense – que acompanha o projeto desde o início tendo disponibilizado dois técnicos para trabalharem com os estudantes -concretize o projeto. Faltam as gravações profissionais, a tradução das fichas já escritas para cada ponto de interesse e uma efetiva implementação do áudio-guia, o que passará pela disponibilização dos sons e dos leitores no Posto de Turismo e pela identificação de cada paragem.

A representar a Câmara de Alcobaça na apresentação do projeto esteve o adjunto do presidente, Bruno Letra, que deixou algumas esperanças aos alunos quanto à continuidade deste projeto. “Percebemos que isto é uma idéia boa, uma idéia a desenvolver”, afirmou, ao mesmo tempo que se regozijou por ver que hoje “a nova geração já tem o à vontade necessário para vir à Câmara pedir apoio para os seus projetos”, uma instituição que durante muitos anos os jovens parecem ter afastado das suas idéias.

Depois da apresentação o projeto foi testado por várias dezenas de alunos, alguns professores e elementos da direção da escola beneditense, aos quais se juntaram a presidente da Junta de Freguesia de Alcobaça e alguns membros da Câmara de Alcobaça.

Fonte: aeiou Rxpresso


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: