Publicado por: Ricardo Shimosakai | 28/12/2011

Turismo Acessível em Bonito. Respire fundo e apaixone-se por este destino.


O texto abaixo é parte da matéria escrita pela jornalista Elza Albuquerque e publicada no Guia do Viajante

Ser turista nem sempre é fácil. Encontrou um obstáculo? É preciso o mínimo de infraestrutura e, mesmo assim, damos um jeitinho quando não tem. Pense então nas pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Um simples passeio pode virar um grande problema. Segundo a Secretaria de Turismo, Bonito está, aos poucos, em processo de adaptação dos seus passeios. As agências de turismo estão preocupadas com este público também.

A empresa Turismo Adaptado nasceu pensando na inclusão. Além de trabalhar como agência de viagens e operadora, com pacotes turísticos e infraestrutura para pessoas com deficiência, a Turismo Adaptado elabora também programas turísticos no Brasil e identifica a acessibilidade nos produtos e serviços turísticos. De acordo com o seu diretor, Ricardo Shimosakai, a empresa está em processo de elaboração de pacotes turísticos nesta linha para Bonito.

Para Ricardo Shimosakai, é possível realizar diversos passeios para as pessoas com deficiência na cidade. Ele destacou a importância da capacitação dos guias como um dos pontos principais para melhorar a acessibilidade. “Há vários passeios. Quando se trata de locais naturais, não é adequado utilizar muitos recursos como elevadores e outros recursos tecnológicos para não descaracterizar o local. O importante é ter guias de turismo preparados para atender este tipo de público. Estamos elaborando um pacote turístico acessível para Bonito, onde estarão inclusos passeios como Abismo de Anhumas, Flutuação no Rio Sucuri, Buraco das Araras, passeio de bote no Rio Formoso, Aquário Natural, Estância Mimosa, Cachoeiras do Rio do Peixe, Recanto Ecológico do Rio da Prata, Projeto Jiboia entre outros”, disse.

Shimosakai enfatizou que o trabalho do atendimento é um dos pontos mais importantes para a acessibilidade dos passeios. Há o cuidado de pensar nos diversos tipos de deficiência como inclusão. “Estamos vendo também a capacitação de intérpretes de libras para atuarem como guias de turismo, e também em um roteiro adequado para pessoas com deficiência visual. Alguns hotéis possuem uma acessibilidade razoável, mas estamos trabalhando para deixá-los melhores, com o programa de acessibilidade hoteleira da Turismo Adaptado.

Outra questão que será trabalhada é a informação, fazendo com que a acessibilidade nesse destino seja mais conhecida, pelas pessoas com deficiência, pelo trade turístico e também pela sociedade, e para isso contamos com o apoio da Secretaria de Turismo de Bonito”, afirmou.

Em breve, de acordo com Ricardo, a Turismo Adaptado planeja ter um veículo acessível para atender pessoas com dificuldade de locomoção. O diretor da empresa relatou uma experiência em que levou uma turista à cidade de Bonito. “Já levei uma francesa que trabalha com turismo acessível, experiente e viajada, que ficou encantada com o local. Ela relatou, com lágrimas nos olhos, que foi um dos melhores passeios que já realizou. É algo inesquecível. A idéia de criar um pacote turístico acessível é deixar o turista com deficiência livre das preocupações com a acessibilidade, ocupando sua mente unicamente para os prazeres da viagem”, contou.

Fonte: Guia do Viajante


Responses

  1. Oi Ricardo, eu sempre tive vontade de conhecer Bonito – MS pela fama das belezas naturais e passeios no estilo mais aventureiro, todavia, sempre tive receio, porque como sou cadeirante, sei que muitos passeios ecológicos não tem acessibilidade: trilhas, escaladas, acessos apenas por escadas… Quais seriam os passeios que dariam para fazer (eu possuo uma cadeira de rodas motorizada)? Tem hotéis e restaurantes com acessibilidade? e as calçadas, existem rampas nas ruas? Um abraço.

    • Olá, eu mesmo preparei Bonito para receber pessoas com deficiência. Na natureza, o acesso é feito com guias de turismo capacitados, por isso a importância de viajar através de nossa empresa. Envie sua solicitação através do email ricardo@turismoadaptado.com.br e lhe envio maiores informações. Obrigado.

  2. Boa noite. Eu gostaria de saber quais passeios em Bonito uma pessoa que anda com muletas ou com deficiência física em uma das pernas pode fazer. Porque, nesses casos, a pessoa anda sem cadeira de rodas, mas não tem resistência física para caminhar por quilômetros até um rio. Grata.
    Margareth

    • Os passeios são uma combinação do que a pessoa consegue e daquilo que é possível. Então uma pessoa com muletas pode sim fazer todos os passeios, depende da habilidade dela. Mas isso nós vemos mais especificamente aos nossos clientes quando organizamos as viagens. Se quer viajar para Bonito, entre em contato conosco através do email ricardo@turismoadaptado.com.br. Obrigado!


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: