Publicado por: Ricardo Shimosakai | 24/03/2012

Cães treinados prestam assistência à pessoas com deficiência física


Quando falamos de cães guia, sempre nos vem a cabeça cães para deficientes visuais, e esquecemos outras deficiências, até por uma questão histórico cultural nos esquecemos, como auditiva, locomoção, etc.

Quando entramos no Google e buscamos “cães para deficientes” não encontramos nenhuma referência, simplesmente parece que não é percebido, Apesar dos pouquíssimos resultados encontramos algumas citação para cães guia para deficientes visuais, dizem que temos no Brasil 60 cães aptos e 1,4 milhão de deficientes visuais, vamos imaginar agora se colocarmos junto outras deficiências.

A história da acessibilidade já é conhecida e toda a sua dificuldade cultural e moral, nossos cães treinados podem em muitos casos ser muito úteis a uma melhor qualidade de vida.

Vamos conhecer a História do Byron um labrador (Inglês) que ajuda uma deficiente a obter a liberdade e até poder viver sem ter que pedir a ninguém ou o menos possível coisas do seu dia a dia. Byron é proveniente de uma organização que treina e da assistência a cães destinados a ajudarem deficientes de locomoção. Conheça o projeto  Canine Partners

Kate foi acometida de uma doença grave degenerativa que a impede de exercer as funções do dia a dia, dai é onde Byron auxilia Kate nestas realizações, deixando-a muito mais ágil em seu dia a dia.

Kate acrescenta: “Byron sabe mais do que 100 comandos diferentes, e pode fazer praticamente qualquer coisa que eu pedir.” No supermercado, eu paro minha cadeira perto do item que eu quero, e ele segue a minha linha dos olhos que leva ao item na prateleira, e na maioria das vezes nas prateleiras baixas é possível alcançar.

“É como uma ajuda para mim, pequenas coisas como curvar e agarrar as coisas que são realmente difíceis para mim. Byron descarrega minhas compras na esteira até a minha carteira entrega à assistentes de caixa. Ele pode fazer coisas incríveis. Eu pego o meu cartão do banco e ele até o coloca no caixa eletrônico, pega o dinheiro quando ele sai, e passa para mim – tudo o que tenho a fazer é colocar o meu número de senha”.

Ele pode alcançar e pressionar os botões de passagem de pedestres com seu nariz, e pega qualquer coisa que cair no chão. Enfim são muitas coisas que Byron ajuda Kate em seu dia a dia, na casa, na sua organização e afazeres da vida, incluindo chamar socorro se necessário.

Fonte: petescadas


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: