Publicado por: Ricardo Shimosakai | 05/05/2012

Segundo Portal Mobilize Brasil, calçadas do RJ estão entre as piores do país. Veja o ranking.


Segundo o Portal Mobilize Brasil “…é importante lembrar que nenhuma das capitais brasileiras atingiu a nota (8,00) considerada a mínima para uma calçada de qualidade. Enfim, não há o que comemorar em nenhuma capital.”

Durante as próximas semanas, o Mobilize Brasil  está em campanha nacional para a melhoria das calçadas em todas as cidades do país. Afinal, calçadas com boa qualidade são um equipamento fundamental para a mobilidade urbana sustentável.

Para iniciar a campanha, a equipe do Mobilize saiu pelas ruas de doze capitais brasileiras para avaliar a situação das calçadas do país. E nenhuma das cidades avaliadas pode ser considerada exemplar no trato com as calçadas, já que em todas elas são comuns problemas como buracos, imperfeições nos pavimentos, remendos provocados por serviços de concessionárias, falta de rampas de acessibilidade, degraus e obstáculos que impedem a livre circulação de pedestres e cadeirantes.

Calçadas devem ser suficientemente largas e, sempre que possível, protegidas por arborização para conforto de quem anda sob o sol. E bem iluminadas, para quem caminha à noite. Outro item a não ser esquecido são bancos e jardins, que, sempre que houver espaço, são um sinal de gentileza urbana precioso, que se contrapõe à correria de nossos dias.

E, ainda, calçadas devem ser complementadas por faixas de segurança, equipamento básico para a travessia segura das ruas. Além disso, semáforos especiais, placas de sinalização e outros equipamentos de segurança podem ser necessários nas vias de maior movimento.

Acesse a página da campanha Calçadas do Brasil e utilize o formulário para avaliar a calçada de sua rua, de sua cidade. Se puder, fotografe e publique os resultados no Mobilize Brasil. A ideia é construir um grande mapa com uma visão de por onde caminham os pedestres brasileiros. Depois, vamos levar os resultados às autoridades responsáveis pela infraestrutura urbana das cidades.

 Calçadas do RJ estão entre as piores do país

As calçadas do Rio de Janeiro foram apontadas como uma das piores entre 12 capitais analisadas em um levantamento feito pelo portal Mobilize Brasil. No ranking com os melhores e os piores endereços, de acordo com critérios como acessibilidade e conforto, a capital fluminense aparece em penúltimo lugar, com uma média de 4,5 pontos.

O Rio só fica à frente de Manaus, que teve o pior resultado, com 3,6 pontos. Já Fortaleza foi a cidade que teve a melhor nota (7,6), seguida por Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, São Paulo, Goiânia, Brasília, Natal, Recife e Salvador.

O estudo apontou as calçadas no entorno da Central do Brasil como uma das piores, mal conservadas, assim como as da Rodoviária Novo Rio, com piso irregular, degradado, com buracos e desníveis, além de não haver rampas de acessibilidade.

O famoso calçadão da Praia de Copacabana também é alvo de críticas: “O piso é irregular, com vários remendos e desníveis”. Já as calçadas do bairro de Botafogo “apresentam mosaicos de pedras com desníveis, irregularidades e fissuras que dificultam a circulação”.

A Secretaria de Conservação e Serviços Públicos disse que a pesquisa é muito abrangente e que a responsabilidade da manutenção das calçadas da cidade é compartilhada: “Nas áreas públicas como praias, canais e praças, a responsabilidade de conservar calçadas é da prefeitura. Já nos trechos em frente a propriedades particulares, sejam residenciais ou comerciais, quem deve fazer a conservação é o proprietário”.

Em janeiro, o órgão constatou que 17% das 573 notificações emitidas a condomínios e concessionárias não foram atendidas e os responsáveis foram multados (o valor não foi divulgado).

A secretaria informou que, de junho de 2011 a março de 2012, foram feitas vistorias em 19 bairros. “Ao todo, 5.081 não conformidades foram identificadas e 72% dos casos, resolvidos”.

Ranking

foram avaliadas as calçadas de Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Brasília (DF), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Natal (RN), Recife (PE) e Manaus (AM).

O ranking ficou assim definido: Fortaleza (7,60), Belo Horizonte (7,05), Curitiba (6,83), Porto Alegre (6,60), São Paulo (6,32), Goiânia (6,13), Brasília (5,98), Natal (5,08), Recife (4,95), Salvador (4,61), Rio de Janeiro (4,5) e Manaus (3,60).

Fonte: Deficiente Ciente


Respostas

  1. Chamo a atenção para a avassaladora destruição das calçadas pelo aumento desenfreiado de automoveis sem condição de assimilação pelas cidades e pelo poder publico conivente com a situação.

    • A mobilidade urbana é algo a ser bastante planejada, principalmente por grandes cidades. Isso é essencial para o turismo.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: