Publicado por: Ricardo Shimosakai | 27/01/2013

Homens de Honra. Raça e deficiência podem atrapalhar, não impedir.


Homens de Honra. Carl Brashear se prepara para mergulhar com o escafandro, equipamento da época em que serviu a MarinhaCarl Brashear se prepara para mergulhar com o escafandro, equipamento da época em que serviu a Marinha

Carl Brashear (Cuba Gooding Jr.) veio de uma família negra, que vivia em uma área rural em Sonora, Kentucky. Ainda garoto, no início dos anos 40, já adorava mergulhar, sendo que quando jovem se alistou na Marinha esperando se tornar um mergulhador. Inicialmente Carl trabalha como cozinheiro que era uma das poucas tarefas permitidas a um negro na época.

Quando resolve mergulhar no mar em uma sexta-feira acaba sendo preso, pois os negros só podiam nadar na terça-feira, mas sua rapidez ao nadar é vista por todos e assim se torna um “nadador de resgate”, por iniciativa do capitão do Navio. Quando Carl solicita a escola de mergulhadores encontra o comandante Billy Sunday (Robert De Niro), um instrutor de mergulho áspero e tirânico que tem absoluto poder sobre suas decisões.

Carl Brashear, primeiro marinheiro chefe, patente maior na marinha dos Estados Unidos conseguida por um negro

Carl Brashear, primeiro marinheiro chefe, patente maior na marinha dos Estados Unidos conseguida por um negro

No princípio Sunday faz muito pouco para encorajar as ambições de Carl e o aspirante a mergulhador descobre que o racismo no exército é um fato quando os outros aspirantes brancos – exceto Snowhill (Michael Rapaport), que por isto foi perseguido por Sunday – se negam a compartilhar um alojamento com um negro. Mas a coragem e determinação de Carl impressionam Sunday e os dois se tornam amigos quando Carl tem de lutar contra o preconceito e a burocracia militar, que quer acabar com seus sonhos de se tornar comandante e reformá-lo.

Carl Brashear tornou-se mergulhador, perdeu uma perna para salvar a vida de companheiros, mas ainda não era mergulhador chefe. Colocou uma prótese na perna amputada, comparece perante a junta de Washington, para decidirem se ainda podia mergulhar com a prótese. Fizeram-no colocar um escafandro muito pesado e dar 12 passos com ele. Se conseguisse, estaria reintegrado à marinha dos Estados Unidos. Com muitas dores, esforço e com a ajuda do ex-chefe que o havia treinado e agora era seu amigo, ele deu os 12 passos. Tornou-se o primeiro marinheiro chefe, patente maior na marinha dos Estados Unidos conseguida por um negro.

Fonte: ebah

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: