Publicado por: Ricardo Shimosakai | 21/09/2013

Vítima da Síndrome de Asperger, Messi derrota a doença para vencer na vida


Apesar de leve autismo, craque não tem problemas dentro de campoApesar de leve autismo, craque não tem problemas dentro de campo

Craque argentino tem gestos repetidos em campo, por conta da doença

Espanha – Craque, superdotado, menino prodígio e… autista. Diagnosticado aos 8 anos de idade como portador da Síndrome de Asperger, também conhecida como “fábrica de gênios” — os físicos Isaac Newton e Albert Einstein, o naturalista Charles Darwin e o pintor renascentista Michelangelo, entre outros, seriam portadores — Messi é a prova viva de que a doença, uma forma branda de autismo, não impede ninguém de brilhar e, no caso do argentino, ser eleito o melhor jogador do mundo quatro vezes seguidas.

Embora o diagnóstico do autismo de Messi, que na infância também sofreu de nanismo e foi tratado no Barcelona, tenha sido pouco divulgado para protegê-lo de qualquer discriminação, seus inúmeros fãs não devem se assustar. A Síndrome de Asperger, diferentemente do autismo clássico, não acarreta em nenhum atraso ou retardo global no desenvolvimento cognitivo ou da linguagem do indivíduo — a doença afeta geralmente pessoas do sexo masculino com dificuldades de socialização, gestos repetitivos e estranhos interesses.

A fixação de Messi pela bola explicaria um pouco sobre o assunto. Apesar de seu talentoinegável, o comportamento do camisa 10 argentino dentro de campo é revelador sobre o aspecto de sua doença. “Autistas estão sempre procurando adotar um padrão e repeti-lo exaustivamente. Messi sempre faz os mesmos movimentos, quase sempre cai pela direita, dribla da mesma forma e frequentemente faz aquele gol de cavadinha, típico dele”, afirma Nilton Vitulli, no site Poucas Palavras, do jornalista Roberto Amado.

Vitulli, que é pai de um portador da síndrome de Asperger e membro da ONG Autismo e Realidade e da rede social Cidadão Saúde (reúne pais e familiares de ‘aspergianos’), acrescenta que como a maioria dos autistas tem memória descomunal, Messi provavelmente conhece muito bem todos os movimentos que precisa executar na hora de balançar a rede.

“É como se ele previsse os movimentos do goleiro. Ele apenas repete um padrão conhecido. Quando entra na área, já sabe que vai fazer o gol. E comemora, com aquela sorriso típico de autista, de quem cumpriu sua missão e está aliviado”, diz Nilton, que enaltece a qualidade do chute de Messi, a sua habilidade com a bola grudada no pé, mesmo em alta velocidade, mas ressalta se tratar “apenas” de padrões de repetição comuns aos portadores da Síndrome de Asperger. Mesmo no caso do gênio Messi.

Personalidade pouco sociável fora de campo

Messi sofre com os sintomas da Síndrome de Asperger. Principalmente fora de campo — a dificuldade de interação social é o maior adversário. É o que garante Giselle Zambiazzi, presidente da Associação de Pais, Amigos e Profissionais dos Autistas de Santa Catarina.

“O gestual, o olhar e o comportamento do Messi são típicos. Na premiação da Bola de Ouro ele ficou incomodado, pois não sabe lidar com o bombardeio de informações do mundo externo”, diz.

Ela leu a biografia de Messi e detectou traços marcantes da doença. “Na infância ele só saía de casa com uma bola de futebol. Mesmo que fosse ao médico”, diz Giselle, que espera que o craque não seja discriminado: “Acham que o autista é um débil mental. Não é isso. Messi é um exemplo de superação”.

Fonte: O Dia

Publicidade

Respostas

  1. Apesar de estar no espectro autista do CID, Asperger não é doença. É síndrome, biodiversidade. Que isso fique claro. Já que a voz do povo é a voz da mídia, não disseminem preconceitos, usem-na para o bem e para o progresso. Asperger é visto por muitos como um dom.

    • Muito obrigado Marcelo. Muitas vezes a mídia não tem o cuidado de colocar informações corretas. Mas com a colaboração de todos, vamos conseguindo ir mudando conceitos e ajustando informações. Abraços.

  2. PARABÉNS PELO PREMIO É ISSO AI, A VIDA FOI FEITA PARA VENCER DESAFIOS E TER CORAGEM DE IR EM FRETE. EU JÁ SUPEREI MUITAS COISAS PARA VENCER E ESTOU AQUI SEMPRE PARTICIPANDO DE CONCURSO DE POESIAS.

    • A vida me parece como um torneio esportivo. Existem pessoas do seu lado que torcem por você, mas também há muitos adversários. Sempre competindo, às vezes perdendo, mas ganhando experiência para conquistar suas vitórias. A deficiência é uma característica pessoal, e não um impedimento que limite a pessoa a alcançar seus objetivos.

  3. […] https://turismoadaptado.wordpress.com […]

  4. a notícia é puro chute de um jornalista que resolveu fazer diagnóstico à distância http://www.goal.com/br/news/619/especiais/2013/09/16/4266449/exclusivo-pol%C3%AAmica-%C3%A0-dist%C3%A2ncia

    • Estranhei que uma notícia tão chamativa, de uma pessoa focada nas lentes da mídia internacional, não tivesse sido mais amplamente abordada. Creio que seja por esse motivo mesmo, de não ser exatamente uma constatação confiável, e sim, mais uma simples dedução pessoal. Obrigado.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: