Publicado por: Ricardo Shimosakai | 12/02/2014

Médico tenta autorização para fazer tratamento inovador em Lais Souza


Médico afirma que Lais Souza pode não ficar tetraplégicaApós o acidente num treino de esqui, Lais Souza perdeu o movimento dos membros e respira através de aparelhos.

Lais Souza segue em fase de recuperação nos Estados Unidos, após o acidente em um treino de esqui que resultou em uma fratura na terceira vértebra da coluna cervical, mas está apresentando melhoras. Segundo o médico do Comitê Olímpico Brasileiro, Antônio Marttos Jr., a brasileira já começa a precisar menos do auxílio da máquina para respirar. Atualmente, a máquina ajuda apenas na inspiração, mas, nos próximos dias, pode ser que ela comece a respirar por conta própria. O próximo passo pode ser um tratamento inovador que o neurocirurgião Barth Green tenta autorização: a terapia de transplante de células nervosas, que até hoje só foi usada em pacientes paraplégicos.

– Essas células isolam os nervos e ajudam a reconectar áreas que estavam desconectadas para que o paciente consiga se movimentar de novo e podemos pedir uma permissão especial para fazer uma exceção – afirmou Green.

O neurocirurgião também ressaltou que a melhora na sensibilidade de Lais Souza é um sinal positivo, mas que não garante que ela vá recuperar todos os movimentos em sua plenitude.

– Com ela começando a respirar, detectamos sensibilidade nos ombros, em parte do braço e nos dedos, o que significa que a sensibilidade está indo mais para baixo. Isso é bom sinal, mas não significa que ela vai recuperar os movimentos – concluiu.

Fonte: Sportv News

Anúncios

Responses

  1. Senhores,

    No texto diz que será usado a terapia de transplante de células nervosas, que até hoje só foi usada em pacientes paraplégicos.

    Gostaria de saber os resultados desta terapia com paraplégicos no EUA.

    A Fiocruz e o Hospital São Rafael, estão em conjunto efetuando pesquisa com células tronco, não sei como evoluiu. Eles apresentaram a um ano atrás na mídia alguns avanços depois nada foi comunicado a sociedade.

    Atenciosamente,

    Albino Figueiredo

    • Se deseja ter informações, deve entrar diretamente em contato com os responsáveis. O portal Turismo Adaptado não tem acesso à essas informações.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: