Publicado por: Ricardo Shimosakai | 30/03/2014

Filme “O Poder da Emoção” no Brasil e “O Caminho da Felicidade” em Portugal. Os títulos já dizem tudo.


Capa do filme 'O poder da emoção' (Digging to China)Capa do filme ‘O poder da emoção’ (Digging to China)

Harriet Frankovitz (Evan Rachel Wood) não é uma criança como as outras que ela encontra na sua escola, ela tem uma enorme criatividade e sensibilidade. Ela é posta de parte, não tem com quem brincar, chega a pensar que foi abandonada por extraterrestres. Ela vive no hotel da família com a sua mãe (Cathy Moriarthy) que é alcoólica e a sua irmã mais velha (Mary Stuart Masterson) que teima em ter muitos namorados.

Isolada de todos, Harriet deixa a sua imaginação ir mais além, tenta estabelecer contacto com os extraterrestres para que estes a “salvem”, tenta vender pedras à beira da estrada para poder fugir ao pesadelo que a sua vida é. Para ela a melhor solução para os seus problemas será cavar um buraco gigante no chão até chegar à China, o único sitio onde, ela acredita que a puderam entender.

Eis que um certo dia Harriet conhece Ricky Schroth (Kevin Bacon), um adulto com mente de criança. Desde logo simpatizam um com o outro, apesar dos seus corpos denunciarem as diferenças de idades, a verdade é que os seus mundos são muito parecidos e a inocência e a amizade são as bases da sua amizade.

Juntos fazem vários planos, partilham emoções e ideais de vida. Quem não gosta do relacionamentos destes dois é a família de cada um. A família de Harriet porque não entende que apesar de Ricky ter um corpo de adulto a sua cabeça funciona como uma criança e não tem maldade ou segundas intenções para com a pequena Harriet.
A mãe de Ricky, é muito doente, e tem receio que a rebeldia e irreverência de Harriet traga algo de mau para o seu filho. A sua intenção até é a de internar o filho num centro.

A certa altura, dá-se uma reviravolta, algo vai mudar os destinos das personagens, a morte da mãe de Harriet, anuncia verdades escondidas e todas as concepções de Harriet terão de mudar. É com esta situação que Harriet pela primeira vez foge de casa por mais tempo e acompanhada de Ricky, mas o que no início começa por ser a maior aventura das suas vidas quase vira uma tragédia.

Este é um filme simples, sobre a amizade, sobre a capacidade de aceitar os que são diferentes, de integrá-los na nossa vida. É um filme contudo forte pelas excelentes representações que apresenta. Kevin Bacon brilhante na pele de um adulto atrasado mental, e a pequena mas grande Evan Rachel Wood, que se mostra desde já uma excelente actriz, tanto por este como por todos os outros papeis que já desempenhou.

Fonte: Cine7


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: