Publicado por: Ricardo Shimosakai | 20/06/2014

Pontos turísticos de Cuiabá não terão obras de acessibilidade para a Copa


Museu da Imagem e do Som de Cuiabá está os sete pontos que deveriam ter melhorias de acessibilidade para a CopaMuseu da Imagem e do Som de Cuiabá está os sete pontos que deveriam ter melhorias de acessibilidade para a Copa

Licitação foi realizada mas empresas não atenderam aos critérios exigidos. Obras serão executadas com verba do Ministério do Turismo.

As obras de acessibilidade nos principais pontos turísticos de Cuiabá entraram para a lista dos projetos que não foram executados a tempo da Copa do Mundo na capital. A licitação para a contratação de uma empresa para a construção de rampas, instalação de elevadores e adaptação de banheiros, foi realizada na semana passada e não obteve sucesso, já que as três concorrentes não apresentaram os documentos necessários para a habilitação. Inicialmente, a previsão era de que as adequações fossem concluídas até o mês de abril deste ano.

Com isso, uma nova licitação deve ser realizada daqui a 15 dias, quando os jogos da Copa na Arena Pantanal já estarão perto do fim. “Temos que dar esse prazo para que as empresas analisem o edital e possam apresentar proposta”, disse o secretário de Turismo da capital, Marcus Fabrício.

Para as obras em sete pontos turísticos, a prefeitura receberá R$ 1,5 milhão do Ministério do Turismo. O edital prevê o acesso de idosos e Portadores de Necessidades Especiais (PNE) ao Museu do Morro da Caixa d’Água Velha, ao Museu da Imagem e do Som (Misc), ao Museu do Rio, ao Mercado do Porto, ao Centro Geodésico da América do Sul, ao Palácio da Instrução e ao Parque Mãe Bonifácia.

No Parque Mãe Bonifácia, deverá haver a reforma das rampas e adaptação dos banheiros da entrada principal. O elevador do Palácio da Instrução deverá ser consertado e as rampas, refeitas. Já no Museu da Caixa d’Água haverá a implantação de acessibilidade para cegos.

CATs
Assim como ocorreu com as obras de acessibilidade, os Centros de Atendimento ao Turista (CATs) móveis não devem estar em funcionamento até a Copa. A empresa vencedora da licitação não apresentou capacidade financeira para a entrega dos veículos equipados para auxiliar os turistas durante os dias de jogos.

Os CAT móveis devem funcionar em duas vans equipadas com computador, internet, ar-condicionado e espaço para atender os turistas. Deveriam ficar posicionadas ou circular em  locais onde haverá maior concentração de turistas, como feiras, congressos, shows e outros eventos. As duas vans devem ser adquiridas ao custo de R$ 182,4 mil.

Fonte: G1


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: