Publicado por: Ricardo Shimosakai | 08/04/2015

Conheça os principais destinos mundiais para o turismo LGBT


Existem quase dez milhões de membros da comunidade LGBT no Brasil que movimentam US$ 2.583 em despesas de viagem anual per capitaExistem quase dez milhões de membros da comunidade LGBT no Brasil que movimentam US$ 2.583 em despesas de viagem anual per capita

Alto poder aquisitivo, possibilidade de viajar em diferentes datas do ano e elevado gasto per capta. Estas são as principais características dos turistas LGBT, segmento que movimenta cerca de 54 bilhões de dólares por ano, de acordo com a International Gay e Lesbian Travel Association (IGLTA).

Para ter ideia do tamanho deste mercado, os viajantes LGBT representam 10% do fluxo mundial do turismo por ano, segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT). Além dos altos índices de viagens, eles também são responsáveis por aproximadamente 15% das despesas totais do setor, com gastos em torno de US$ 100 por dia.

Por conta da importância deste segmento turístico, o Blog 1A reuniu informações sobre os 10 principais destinos turísticos para este, de acordo com o guia Lonely Planet. Confira a seguir!

10 destinos turísticos ideais ao público LGBT

São Francisco, Estados Unidos

A cidade é reconhecida mundialmente por acolher os homossexuais. As bandeiras arco-íris, famoso símbolo LGBT, são frequentemente vistas nas janelas de apartamentos e estabelecimentos. O bairro de Castro é destino obrigatório, com diversos bares e lojas voltadas à comunidade LGBT. A cidade ainda conta com uma importante Parada do Orgulho LGBT, que reúne aproximadamente 500 mil pessoas todo ano em junho, mês que também acontece o Festival de Cinema Gay.

Sydney, Austrália

A capital da Austrália foi anfitriã dos Jogos Gays em 2002 e recebe anualmente o Sydney Gay and Lesbian Mardi Gras – maior evento turístico LGBT do país, que reúne mais de meio milhão de pessoas. Na mesma época também acontece o Mardi Gras Film Festival, um dos maiores eventos mundiais do cinema LGBT. Os bairros mais indicados são Darlinghurst e Newtown.

Brighton, Inglaterra

É a versão inglesa da cidade de São Francisco. De acordo com o guia Lonely Planet, o local conta com uma comunidade de aproximadamente 40 mil homens e mulheres homossexuais – um quarto da população que reside na cidade. O bairro de Kemptown é maior destaque da cena LGBT na região, com bares, livrarias, hotéis e saunas direcionadas a este público.

Amsterdã, Holanda

As opções de lazer são variadas: mais de 100 bares, baladas, hotéis, academias e livrarias voltados aos homossexuais. Por este motivo, Amsterdã é conhecida como a capital LGBT na Europa. A cidade também conta com grandes eventos como a Parada do Orgulho LGBT e o Dia da Rainha (também conhecido como “Koninginnedag”) – em comemoração à Rainha Beatrix e realizado todo dia 30 de abril.

Berlim, Alemanha

O prefeito da cidade, Klaus Wowereit, é homossexual e defensor dos direitos LGBT. Em 2012, ele fez o discurso de abertura da Parada LGBT de Berlim, conhecida como “Christopher Street Day” (celebração que ocorre em várias cidades da Europa em junho), que reuniu 700 mil pessoas em sua última edição no local. Berlim não conta com um distrito LGBT, mas há diversas áreas na cidade voltada ao público.

Puerto Vallarta, México

A pequena cidade mexicana tem se tornado um local cada vez mais buscado pelos viajantes LGBT, tanto homens quanto mulheres, por contar com diversos estabelecimentos voltados a este público – desde hotéis de luxo até tours especiais. A cena é forte, com diversos bares, boates e casas de shows com drag queens.

Nova York, Estados Unidos

Um dos marcos mundiais do turismo LGBT, a Big Apple hospeda os famosos bairros Chelsea e Greenwich Village. Também conhecido apenas como Village, o local inspirou o nome de um dos maiores ícones musicais do público homossexual, a banda Village People – responsável pelo sucesso “Macho Man”. A cidade conta com diversos redutos LGBT, entre bares, baladas, restaurantes, entre outros. Além disso, a primeira Parada LGBT do mundo foi realizada em Nova York.

Rio de Janeiro, Brasil

Não são apenas as visitas ao Cristo Redentor e os passeios no bondinho que chamam a atenção dos turistas. A cena no Rio de Janeiro é forte, com diversas lojas, baladas, cinemas e outros estabelecimentos para o público LGBT. O ponto de encontro é a Rua Farme de Amoedo, no bairro de Ipanema, onde diversos homossexuais se encontram para se conhecer e fazer amizades. O local foi eleito em 2009 como o melhor destino para os turistas LGBT, de acordo com pesquisa promovida pelo canal americano Logo e divulgado na 10ª Conferência Internacional de Turismo LGBT.

Praga, República Tcheca

Os castelos e a arquitetura medieval são um show à parte nesta cidade, com forte apelo boêmio. Os habitantes de Praga têm boa aceitação pelo público LGBT e, além disso, ainda existe uma comunidade bastante sólida entre pessoas do mesmo sexo. Há diversas atrações como bares, baladas, pubs e outros estabelecimentos “gay friendly” – termo que identifica locais onde a presença LGBT é bem-vinda.

Bangkok, Tailândia

Imagine soltar a voz para cantar “It´s Raining Men” em um bar na maior e mais importante cidade da Tailândia? A região conta com diversos karaokês LGBT, além de bares, hotéis, saunas e salões de massagem. De forma geral, os tailandeses têm cabeça aberta e aceitam a homossexualidade com naturalidade. Sem contar que a Tailândia é um país lindíssimo, com diversas praias paradisíacas e belos templos budistas.

Fonte: Amadeus


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: