Publicado por: Ricardo Shimosakai | 21/06/2015

Cidade no Canadá vai sediar uma orgia para pessoas com deficiência


Atitude é principalmente contra a desinformação sobre sexo e sexualidade projetada sobre pessoas com deficiênciaAtitude é principalmente contra a desinformação sobre sexo e sexualidade projetada sobre pessoas com deficiência

RIO – Em uma atitude para combater a desinformação sobre a sexualidade de pessoas com deficiência, os canadenses Andrew Morrison-Gurza e Stella Parikarova estão organizando uma orgia. O evento será voltado para pessoas com deficiência, mas indivíduos sem deficiência serão bem-vindos também. A orgia vai acontecer no teatro Buddies In Bad Times, um local que normalmente abriga espetáculos de dramaturgia alternativa.

“Os critérios para a escolha do local eram que fosse acessível para cadeiras de roda e que permitisse sexo e nudez, se os clientes estivessem dispostos a participar”, diz Fatima Mechtab do Oasis Aqualounde, um clube de sexo também ligado ao evento, segundo o “The Daily Dot”.

A festa vai ocorrer em um momento que muitas pessoas com deficiência estarão visitando Toronto: 14 de agosto, o último dia de um evento de qualificação regional para os jogos paraolímpicos.

“Originalmente a gente ia chamar o evento de AccSEXability Revealed, uma vez que tive a ideia de fazer o tema de máscaras para que todos se divertissem e também para adicionar a dimensão de sensualidade/mistério e anonimato por pessoas que possam ser novas a este tipo de evento e talvez um pouco tímidas”, Parikarova afirmou ao site.

No entanto, o engajamento de Morrison-Gurza nas redes sociais, especialmente sobre questões relacionadas com a interseção de deficiência e sexualidade, fez com que ele criasse as hashtags #deliciouslydisabled e #deliciouslydisabledally como uma maneira de iniciar uma conversa em torno do sexo e da deficiência. Assim, esse acabou se tornando o nome do evento.

“Precisávamos criar uma linguagem em torno de deficiência, que destaca as melhores partes acerca dela, e uma que qualquer um pode ter acesso. O que você faria se você visse uma pessoa realmente sexy com uma deficiência em uma boate? Como você iria descrevê-la?”, quesitonou Morrison-Gurza ao “The Daily Dot”. “#DeliciouslyDisabled pode ser uma nova maneira de fazer isso, que não fosse baseado em discurso médico ou político.”

Fonte: O Globo


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: