Publicado por: Ricardo Shimosakai | 07/08/2015

Gigantes da tecnologia se unem para ensinar acessibilidade


O projeto Teaching Accessibility foi elaborado visando criar modelos de ensino e treinar estudantes de tecnologia para desenvolver experiências acessíveisO projeto Teaching Accessibility foi elaborado visando criar modelos de ensino e treinar estudantes de tecnologia para desenvolver experiências acessíveis

Algumas das principais empresas do mercado tecnológico, como Facebook, Microsoft, Yahoo! e AT&T resolveram se unir para que o ensino superior especializado em tecnologia priorize a acessibilidade em suas aulas. Instituições como as universidades de Stanford, Carnegie Mellon e Georgia Tech fazem parte do projeto, cujo objetivo é desenvolver tecnologias que qualquer pessoa possa usar, treinando estudantes e profissionais de áreas técnicas para que a acessibilidade seja sempre uma prioridade na hora de desenvolver alguma ferramenta, serviço ou produto.

O projeto nomeado Teaching Accessibility (“Ensinando Acessibilidade”, em tradução literal) conta com a ajuda da American Association of People with Disabilities (AAPD) e foi elaborado visando “criar modelos de ensino e treinar estudantes de tecnologia para desenvolver experiências acessíveis”, segundo o grupo. Ainda de acordo com as companhias, “somente quando a acessibilidade for mainstream a tecnologia atingirá seu verdadeiro potencial de conectar as pessoas de todo o mundo”. O anúncio do lançamento da iniciativa coincide com o vigésimo quinto aniversário da Americans with Disabilities Act, lei contra a discriminação de norte-americanos com deficiências assinada pelo ex-presidente George Bush, em 1990.

A declaração divulgada pelo coletivo revela ter como missão “preparar melhor os estudantes de campos como design e ciência da computação para criar novas tecnologias que incluam, verdadeiramente, a todos”. O Teaching Acessibility vai analisar interações entre o homem e o computador, engenharias de educação e conceitos de design que englobem essa parcela da população para que os estudantes de diferentes campos de conhecimento possam aprender a criar tecnologias verdadeiramente inclusivas.

A falta de consideração pelas pessoas com deficiências no mundo da tecnologia tem chamado mais a atenção da mídia ultimamente, fazendo com que as empresas se atentem cada vez mais à questão da inclusão. Empresas como LinkedIn, Yahoo! e Facebook estarem envolvidas com a causa atrai ainda mais atenção ao assunto. Para a Microsoft, por exemplo, as ofertas de trabalho do setor já deveriam dar preferência àqueles com conhecimentos de acessibilidade.

Fonte: canaltech


Responses

  1. obrigada


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: