Publicado por: Ricardo Shimosakai | 11/08/2015

Acessibilidade na cultura e turismo é debatido no programa Tudo Mais da tvcom


Regina Lima apresenta o programa Tudo Mais da tvcom debatendo questões de acessibilidadeRegina Lima apresenta o programa Tudo Mais da tvcom debatendo questões de acessibilidade

A apresentadora do programa Tudo Mais da tvcom Regina Lima, comanda uma rodada de conversa sobre acessibilidade no estúdio da emissora com Vinicius Caurio, Secretário Adjunto de Cultura do Município, Manoel Henrique Paulo, Diretor da Casa de Cultura Mário Quintana e Sabrina Ferri, empresária e idealizadora Cure Girls, além de uma participação especial via internet de Ricardo Shimosakai, Diretor da Turismo Adaptado

Foram questionados ítens como a facilidade em prever a acessibilidade em espaços novos, do que realizar reformas para a sua implantação. Algumas edificações, por serem prédios antigos e tombados, apresentam uma dificuldade maior para se adequarem em relação à acessibilidade, por serem preservados pelo patrimônio histórico, onde é preciso passar por diversas questões burocráticas e de análise, para que esta ação não descaracterize o local.

Outro ponto importante abordado, muitas vezes, a pessoa com deficiência não tem a oportunidade de escolha, como por exemplo espaços reservados para cadeirantes em estádios, onde estes estão localizados somente em um setor, e muitos são feitos somente para o uso de pessoas com deficiência, não dando condições de acomodação de acompanhantes.

Ricardo Shimosakai complementou a conversa falando sobre turismo acessível, e o trabalho que a Turismo Adaptado tem realizado. Enfatizou a importância do planejamento de uma viagem, e a importância de agência de viagens especializadas. A maioria das agências não estão preparadas para atender a pessoa com deficiência, e por isso muitas vezes elas recusam o atendimento ao turista com deficiência. Dessa maneira, além de atender diretamente ao publico com deficiência, este serviço especializado ajuda a contornar o problema das agências e empresas de turismo que precisam se adaptar para que nenhuma pessoa seja excluída.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: