Publicado por: Ricardo Shimosakai | 14/08/2015

Acessibilidade nos aeroportos terá parecer de cadeirante


Katya precisou se arrastar pelas escadas do avião ao tentar embarcar no aeroporto de Foz do Iguaçu devido à falta de estruturaKatya precisou se arrastar pelas escadas do avião ao tentar embarcar no aeroporto de Foz do Iguaçu devido à falta de estrutura

O ministro da Aviação, Eliseu Padilha, convidou a executiva Katya Hemelrijk Silva, a participar da preparação dos aeroportos para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. A cadeirante fará parte do grupo de acessibilidade do Comitê Técnico de Operações Especiais (CTOE), que prepara a infraestrutura aeroportuária para os períodos de grandes eventos, como ocorreu com Copa do Mundo e Jornada Mundial da Juventude. A estreia de Katya foi no simulado de Guarulhos (SP), em 4 de agosto.

A ideia é que ela cumpra os percursos do maior aeroporto do Brasil e dê seu parecer sobre acessibilidade. A Secretaria de Aviação Civil (SAC) e a Secretaria de Direitos Humanos (SDH) estão realizando simulados e visitas nos grandes aeroportos de forma a garantir o acesso a todos durante os jogos e depois deixar o legado para o País.

Katya precisou se arrastar pelas escadas do avião ao tentar embarcar no aeroporto de Foz do Iguaçu devido à falta de estrutura para atender os portadores de deficiência, no fim de 2014. Seis meses depois do evento, ela já percebeu avanços no tratamento. “Hoje me sinto muito bem tratada. Com aquela situação, plantamos uma sementinha para o futuro. Queremos o conforto e o atendimento que todos têm”, defendeu.

Em reunião com o ministro e técnicos da SAC, realizada no início da tarde de hoje, Katya destacou que, conforme os portadores de deficiência conquistam espaços e se colocam no mercado de trabalho, vão viajar cada vez mais. “Quanto mais confortável ficar para todos, mais as pessoas terão também coragem de encarar o dia a dia. E eu estou à disposição para ajudar nesse processo”, disse.

O ministro Padilha acredita que Katya está colaborando para o trabalho de constante melhoria dos aeroportos. “Cada dia mais existe a consciência coletiva de que todos têm os direitos iguais. E nós estamos preocupados nesse sentido no setor da aviação para atender bem todos os brasileiros”, reforçou.

Grandes eventos – Após a conversa com o ministro, os técnicos da Secretaria de Aeroportos e da Secretaria Executiva da SAC, além da SDH, apresentaram à Katya a organização para os jogos e como o setor tem avançado no quesito acessibilidade. “Nossa atenção está bem voltada para as Paralimpíadas porque para as Olimpíadas estamos preparados – já atendemos grandes eventos que deram certo. Mas agora vamos oferecer a mesma qualidade aos atletas e turistas portadores de deficiência”, destacou o secretário de Aeroportos da SAC, Leonardo Cruz.​

Fonte: Mercado & Eventos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: