Publicado por: Ricardo Shimosakai | 31/05/2016

Camarote promove acessibilidade gratuita em festa de São João na PB


Taciano Wanderley idealizou camarote para garantir a visibilidade do palco por pessoas com deficiênciaTaciano Wanderley idealizou camarote para garantir a visibilidade do palco por pessoas com deficiência

Curtir o show do artista favorito no meio da multidão é uma das principais características das festas de São João, que atraem milhares de pessoas na frente dos palcos montados pelas cidades paraibanas. Só que para as pessoas com deficiência, se locomover para estes espaços se torna algo complicado. Visando mudar essa realidade, um cadeirante de Patos, no Sertão paraibano, projetou um camarote especial que garante a acessibilidade gratuita para estas pessoas. Criado há 12 anos, o “Camarote Especial 0800” já serviu até mesmo de cupido para cinco casais da cidade.

“A ideia do camarote surgiu bem antes de 2004. Os eventos iam crescendo na cidade e as pessoas sempre perguntavam se eu tinha visto o show de ‘fulano’. Eu entendia como uma piada. Como é que uma pessoa sentada em uma cadeira de rodas vai ‘ver’ algum show no meio de uma multidão? Foi então que eu resolvi montar uns andaimes para poder subir e acompanhar a festa de longe,” explica o idealizador do projeto, Taciano Wanderley.

Segundo Taciano, as pessoas viram a ideia dele e resolveram ajudar para se tornar um projeto maior. “Como ficava muito sem graça eu sozinho no andaime, resolvi fazer um camarote, que é um espaço mais amplo. Daí ele foi idealizado para receber pessoas com deficiência e dificuldades de locomoção e de forma gratuita, por isso o 0800 do nome”, comenta.

O camarote especial é montado no Terreiro do Forró, palco das festas de São João e de outros shows da cidade de Patos. “Desde que comecei com esse projeto, já virou cultural. Sempre que tem um evento aqui em Patos eu monto o camarote móvel para garantir que as pessoas com deficiência possam curtir também os eventos. Os produtores dos shows sempre concordam e a gente monta sem problema nenhum”, disse o idealizador.

A entrada para o camarote é gratuita e os participantes recebem uma camisa personalizada. Do local, que tem uma rampa de acesso, os deficientes têm uma visão completa do palco. Para a edição do São João de 2016, Taciano Wanderley estima a presença de até oitenta pessoas.

“Ano passado nós recebemos pessoas de outras cidades, como Santa Rita e Bayeux. Todos que frequentam gostam do tratamento que recebem aqui no camarote. Este projeto é uma forma de fazer com que a gente se sinta valorizado, é uma forma de incluir socialmente os deficientes em uma festa que é para ser de todas as pessoas. Aqui já saiu até casal, inclusive eu e minha esposa. Eu a conheci quando ela veio participar do camarote em 2011”, comenta.

O cadeirante sonha com a expansão do projeto, para que ele possa ser adotado em outras cidades da Paraíba. “Já levei este mesmo camarote para cidades como Sousa, Santa Terezinha, Cacimba de Areia, São Mamede, Desterro, Vista Serrana e até mesmo para o Rio Grande do Norte, mas meu sonho mesmo é ver ele em todos os eventos da Paraíba”, completa.

Camarote tem rampa de acesso e é montado ao lado do palco, no Terreiro do Forró, em PatosCamarote tem rampa de acesso e é montado ao lado do palco, no Terreiro do Forró, em Patos

Fonte: G1


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: