Publicado por: Ricardo Shimosakai | 08/06/2016

Brasil ganha guia sobre práticas sustentáveis no turismo


Publicação do Ministério do Turismo também traz orientações sobre acessibilidade e combate à exploração sexualPublicação do Ministério do Turismo também traz orientações sobre acessibilidade e combate à exploração sexual

O Ministério do Turismo lançou, nesta segunda-feira (6), o Guia Turismo e Sustentabilidade, para incentivar empreendimentos a adotar práticas sustentáveis e aderir a iniciativas que ajudam a reduzir o impacto social e ambiental.

A publicação, que aborda a definição de conceitos como Turismo Sustentável e traz dicas sobre o tema a todos os envolvidos no setor, também traz orientações de acessibilidade e enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Informações sobre a atuação do Ministério do Turismo em relação a esses assuntos são destaques na publicação.

“À medida que as pessoas obtêm mais conhecimento acerca do tema turismo sustentável, elas podem se tornar agentes multiplicadores de práticas que beneficiem o meio ambiente, as comunidades locais e os destinos”, afirma a coordenadora-geral de turismo responsável do MTur, Isabel Barnasque.

O conteúdo do guia segue critério do Ministério do Turismo que trabalha as relações entre turismo e sustentabilidade com base em princípios do desenvolvimento sustentável essenciais, como sustentabilidade ambiental, sociocultural, econômica e político-institucional.

É fundamental que os empresários do turismo viabilizem a inclusão e o acesso de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida à atividade turística, de modo a permitir o alcance e a utilização de serviços, edificações e equipamentos turísticos. Além de ser um direito previsto em lei, a acessibilidade atrai uma fatia expressiva de consumidores, aumentando a competitividade do empreendimento.

DICAS PRÁTICAS EM ACESSIBILIDADE

As pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou idosas demandam atitudes e atendimento condizentes com suas necessidades. Assegure-se de que você e os demais funcionários estejam bem preparados para recebê-las, e que a estrutura física esteja adaptada corretamente;

Quando interagir com uma pessoa com deficiência, não faça rodeios. Seja direto, perguntando como pode ajudá-la. Se o auxílio for recusado, provavelmente é porque naquele momento ele não é necessário, não se sinta ofendido;

Caso precise de informação, dirija-se à própria pessoa com deficiência e não ao seu acompanhante.

O Guia Turismo e Sustentabilidade pode ser acessado clicando no link a seguir Guia Turismo e Sustentabilidade.

Fonte: Portal Brasil


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: