Publicado por: Ricardo Shimosakai | 04/09/2016

Bocha. Paralimpíadas Rio 2016.


Ao lado do goalball, a bocha é um dos dois únicos esportes Paralímpicos que não consta com um similar nos Jogos OlímpicosAo lado do goalball, a bocha é um dos dois únicos esportes Paralímpicos que não consta com um similar nos Jogos Olímpicos

COMO TUDO COMEÇOU

Estima-se que a bocha teve sua origem na Grécia Antiga, com os competidores lançando grandes pedras em uma pedraalvo. O esporte sofreu transformações na Itália do século XVI e, desde então, sua popularidade se espalhou pelo mundo. A bocha requer uma habilidosa combinação de controle, precisão e concentração, além de uma aguçada noção tática.

Hoje a bocha é disputada em mais de 50 países por atletas com paralisia cerebral ou com condições neurológicas relacionadas e que usam cadeiras de rodas. O esporte não tem similar nos Jogos Olímpicos e estreou no programa Paralímpico em Nova York/Stoke Mandeville 1984.

SOBRE A COMPETIÇÃO

Todos os eventos de bocha são de gênero misto, com competições individuais, em pares e em equipes. O objetivo é o mesmo: lançar bolas coloridas o mais perto possível da bola-alvo ou bola branca, conhecida como jack em outros países. Vence quem colocar mais bolas próximas à bola-alvo. Dependendo da categoria, os participantes podem contar com o auxílio de um ajudante para estabilizar a cadeira ou entregar a bola ao atleta.

As disputas são divididas em parciais. O cara e coroa define quem jogará com as bolas vermelhas ou as azuis. As bolas vermelhas iniciam a primeira parcial, sendo que os competidores têm direito a seis bolas em cada uma. Nas provas individuais e em duplas são quatro parciais por jogo, enquanto na disputa por equipes são realizadas seis por partida. Para os atletas Paralímpicos, a disciplina ajuda no desenvolvimento da capacidade viso-motora, ou seja, na coordenação da visão com os movimentos corporais. Em uma simples jogada de habilidade, o competidor pode mudar o resultado da partida.

VOCÊ SABIA?

Desde 2008, o brasileiro Dirceu Pinto domina a classe BC4 na bocha. O atleta tem quatro ouros Paralímpicos (no individual e nas duplas, tanto em Pequim 2008 como em Londres 2012), e outros dois títulos mundiais – ambos no Mundial de 2010, em Lisboa (Portugal).

Para ter informações mais completas a respeito desta modalidade e qual a melhor maneira de assisti-la nos Jogos Paralímpicos, baixe o guia a seguir clicando no link Rio 2016. Guia do espectador – Bocha

Fonte: Rio 2016


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: