Publicado por: Ricardo Shimosakai | 11/09/2016

Remo. Paralimpíadas Rio 2016.


Disputado palmo a palmo, o remo faz sua terceira participação nos Jogos Paralímpicos - sua estreia foi em Pequim 2008.Disputado palmo a palmo, o remo faz sua terceira participação nos Jogos Paralímpicos – sua estreia foi em Pequim 2008.

COMO TUDO COMEÇOU

A primeira representação de um barco a remo data de 5800 a.C. e foi descoberta na Finlândia. A mais antiga regata de que se tem registro aconteceu em Veneza, em 1274, quando gondoleiros e barqueiros competiram em barcos variados. No entanto, o remo só se tornou um esporte de competição nos últimos 200 anos, e ingressou nos Jogos Olímpicos em Atenas 1896, quando a regata acabou cancelada devido ao mar revolto. Quatro anos depois, em Paris 1900, a disputa enfim aconteceu. O remo Paralímpico, por sua vez, só entrou no programa dos Jogos a partir da edição de Pequim 2008.

SOBRE A COMPETIÇÃO

No remo Paralímpico, o equipamento de competição é modificado de forma que o atleta tenha mais facilidade na prática do esporte. Independentemente da categoria, as provas são disputadas sempre em distâncias de 1.000m, enquanto que nos Jogos Olímpicos são de 2.000m.

Os barcos podem ser tripulados por um, dois ou quatro atletas, dependendo da prova. Existem três classes no remo Paralímpico:

  • AS – para atletas com deficiência no tronco e nas pernas, cuja mobilidade se restringe aos ombros e aos braços (do inglês, arms and shoulders). A competição é individual
  • TA – destinada a atletas que realizam movimentos com o tronco e os braços (do inglês, trunk and arms). A prova é realizada em duplas formadas por um homem e uma mulher
  • LTA – para atletas que usam as pernas, o tronco e os braços para a remada (do inglês, legs, trunk and arms). Esta categoria inclui até duas pessoas com deficiência visual. A embarcação é ocupada por quatro integrantes, sendo dois homens e duas mulheres, além de um timoneiro, que pode ser do sexo feminino ou masculino e não precisa ser uma pessoa com deficiência

VOCÊ SABIA?

No remo, o timoneiro – que também desempenha a função de guia – não precisa ser uma pessoa com deficiência, assim como acontece no atletismo Paralímpico.

Para ter informações mais completas a respeito desta modalidade e qual a melhor maneira de assisti-la nos Jogos Paralímpicos, baixe o guia a seguir clicando no link Rio 2016. Guia do espectador – Remo

Fonte: Rio 2016


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: