Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)

Todas as belezas do Rio de Janeiro já foram descritas das mais diversas formas e intensidades, em versos, prosa e música. A feliz combinação entre serra e mar criou cenários deslumbrantes. Do alto de suas pedras monumentais e picos, a cidade mostra suas cores. Tudo o que é feito ao ar livre no Rio tem aparência, gosto, textura e consistência de férias.

1º Dia: Rio de Janeiro
Chegada + Transfer in Rio de Janeiro;
Check in no Marina Palace Hotel 5*.

2º Dia: Pão de Açúcar, Cristo Redentor, Lapa, Catedral Metropolitana
Pão de Açúcar:
BondinhoO passeio tem como cenário 360° de paisagens deslumbrantes como a praia de Botafogo, o Cristo Redentor, o Morro Dois Irmãos a pedra da Gávea, Baia da Guanabara entre outros. Além do Bondinho, o complexo turístico possui o Espaço Disco, um anfiteatro, a Praça dos Bondes, O Espaço Baia da Guanabara (EBG), conta com lojas, restaurantes e quiosques para a alimentação e o Cocuruto. O Complexo Turístico dispõe de elevadores para portadores de necessidades especiais e banheiros adaptados no Morro da Urca e no Morro Pão de Açúcar.

Cristo Redentor
Cristo RedentorO cartão postal e símbolo carioca é considerada uma das sete maravilhas do mundo moderno. Foi inaugurado em 12 de outubro de 1931, localiza-se no cume do Morro do Corcovado e mede 38 metros de altura. Para cadeirantes, a visita é possível em quase todos os pontos, mas a acessibilidade não é perfeita e, em alguns lugares, é necessária a ajuda dos funcionários do parque. O acesso para o Cristo é feito em dois patamares, o primeiro por elevador e o segundo por escada rolante, o pessoal que trabalha no parque é treinado para subir cadeirantes com segurança pela escada rolante.

Lapa e Catedral Metropolitana
Também irá visitar o boêmio bairro da Lapa, começando pelo Arcos da Lapa, a porta de entrada do bairro verá a escadaria Selarón, um dos símbolos intrigantes da cidade graças a vinte anos de ladrilhos e azulejos colocados lado a lado, formando um mosaico interminável de cor.

Catedral MetropolitanaO passeio termina na Catedral Metropolitana, em forma de cone (pirâmide), tem 106 metros de diâmetro na base e 96 metros de altura. Sua porta principal é decorada com 48 baixos-relevos de bronze, com o tema da Fé. Dentro, os vitrais em cores vívidas, estendem-se sobre as paredes nos quatro pontos cardeais, permitindo que a luz do sol se projete em cores variadas, dependendo da hora do dia, criando uma atmosfera mística. Os deficientes físicos encontram rampas e portões que permitem o trânsito de cadeiras de rodas. Os sanitários são adaptados, mas estão situados no subsolo.

3º dia: Floresta da Tijuca e Jardim Botânico
Floresta da Tijuca:
Floresta da TijucaA Floresta da Tijuca é uma densa floresta tropical que recobre as serras da Carioca e da Tijuca, no coração do Rio de Janeiro. É conhecida como a maior floresta urbana o mundo, dividido em quatro setores, o parque corresponde a cerca de 3,5% da área do munícipio do Rio de Janeiro. O parque possui uma trilha adaptada para cadeirantes e deficientes visuais chamada Caminho Dom Pedro Augusto, sua extensão é de 630 metros e a elevação chega a quatro metro. O projeto consiste na adaptação de duas trilhas com aproximadamente 1 Km de extensão, na criação de sinalização especial, identificação de árvores relevantes e criação de um jardim sensorial com espécies da Mata Atlântica, além de locais para estacionamento, praças para descanso, adaptação de banheiros, sinalização das vias asfaltadas e folhetos educativos.

Jardim Botânico:
Jardim Sensorial - Jardim BotânicoO jardim Botânico foi criado em 13 de junho de 1808 por D. João VI, príncipe regente na época, está localizado no bairro do Jardim Botânico na zona sul, é considerado um dos mais importantes do mundo e uma das mais belas áreas da cidade, reconhecido como Museu Vivo, reúne uma diversidade de flora brasileira e estrangeira com mais de 8.000 espécies distribuídas em 54 hectares ao ar livre e em estufas. Além do Arboreto (parque), abriga monumentos, a mais rica biblioteca do país especializada em botânica, o museu do meio ambiente e um espaço cultural. Há facilidades de acesso em nível em todo o complexo, mas a locomoção é feita por alamedas de terra e saibro.

4º Dia: Museu Histórico Nacional, Maracanã e Sambódromo
Museu Histórico Nacional:
Museu Histórico NacionalEste é um dos mais importantes museus históricos do país, construído em 1922, ocupa todo o conjunto arquitetônico do antigo Forte de Santiago na Ponta do Calabouço e abriga mais de 348 mil documentes, moedas, selos, móveis, imagens, esculturas, armas, prataria entre outros objetos que ilustram a história do Brasil como um todo. O Museu Histórico Nacional foi certificado com a “Acessibilidade Nota 10” em 2005, ele oferece ao deficiente auditivo guia multimídia com linguagem em libras, para o deficiente visual oferece um áudio guia em três línguas (português, inglês e espanhol) e o Museu possui elevador em todos os andares, o chão é de tábua corrida, possui rampas de acesso e banheiro adaptado para cadeirantes.

Estádio Jornalista Mário Filho – Maracanã:
Lugares para cadeirantes no MaracanãAssistir uma partida no Maracanã é uma experiência única, onde explode, a alegria e a paixão dos brasileiros. Durante toda a semana é oferecido visitas guiadas ao estádio. No interior do estádio existe acesso em nível, com rampas, elevadores, pisos táteis, comunicação visual em braile e banheiros adaptados. Os espaços reservados para cadeiras de rodas ficam nas partes mais altas das arquibancadas para facilitar a visão dos cadeirantes, cadeiras para deficientes visuais ficam localizadas próximas às tribunas de imprensa, para que esses torcedores consigam ouvir as narrações.

5º Dia: Principais Praias
Praia para todos - CopacabanaOs cariocas não vivem sem ter a praia por perto – seja para mergulhar, tomar sol, jogar bola ou simplesmente servir de cenário para caminhadas, corridas e pedaladas. Não é à toa que aos domingos, quando as pistas da orla de Copacabana, Ipanema, Leblon, Aterro, Recreio e Barra da Tijuca, ficam fechadas para os carros, é intenso o movimento de gente por todos os lados, deixando os quiosques e os calçadões tão concorridos quanto a areia. No verão em Copacabana e na Barra da Tijuca possui o projeto Praia para todos, este projeto disseminou o conceito de praias acessíveis.

6º Dia: Cidade do Samba, Theatro Municipal e Confeitaria Colombo:
Cidade do Samba
Cidade do SambaA Cidade do Samba é um espaço destinado à concentração dos Barracões das Escolas de Sambas do Grupo Especial do Rio de Janeiro, nos quais são efeitos os carros alegóricos e algumas fantasias utilizadas nos desfiles. Conforme a programação, o visitante assiste a um espetáculo de sambas brasileiros com apresentações de mulatas, baianas e casais de mestres-salas e porta-bandeiras.

Theatro Municipal
Considerado um dos mais belos prédios da cidade e a uma das 7 Maravilhas do Rio de Janeiro, o Theatro Municipal é a principal casa de espetáculos do Brasil e uma das mais importantes da América do Sul.

Confeitaria Colombo:
Confeitaria ColomboA Confeitaria Colombo localiza-se no centro histórico do Rio de Janeiro, é considerada um dos principais pontos turísticos da cidade. Por mais de um século é uma das mais respeitadas casas comerciais do país além de ser considerada um patrimônio cultural e artístico do Rio de Janeiro. O Café do Forte, fica localizado em pleno Forte de Copacabana, de frente para um dos mais belos cartões-postais da cidade, a Praia de Copacabana.

7º Dia: Retorno
Check out do hotel;
Transfer out Aeroporto;
Voo de retorno.

Proposta inclui:

  • 6 Noites de hospedagem em quarto adaptado com café da manhã;
  • Transfer in e out em veículo adaptado;
  • Passeios citados em veículo adaptado com guia turístico.

Não inclui:

  • Passagem aérea (valores da passagem aérea são fornecidas sob consulta)
  • Refeições, exceto as mencionadas;
  • Passeios opcionais;
  • Gorjetas para carregadores de malas e bebidas pessoais;
  • Ingressos;
  • Tudo o que não estiver expressamente mencionado no item “pacote inclui”.

Passeios Opcionais:

– Trem do Corcovado:
O Trem do Corcovado é uma linha férrea que começa em Cosme Velho e segue até o Cristo Redentor, no cume do Corcovado com uma atitude de 710m, o percurso é realizado em cerca de meia hora pela estrada de ferro de Corcovado, dentro da Mata Atlântica, no Parque nacional da Tijuca. A Estrada de Ferro do Corcovado foi a primeira ferrovia eletrificada do Brasil, inaugurada em 1884 por D. Pedro II, é mais antiga do que o próprio monumento do Cristo Redentor. A estação é de fácil acesso sem escadas, a entrada do trem fica no mesmo nível da plataforma e dentro do vagão há uma posição para ficar com a cadeira no final do corredor, apoiada nos bancos, pois a subida é bastante íngreme, o trem para numa plataforma no topo do morro, para desembarcar é necessário o auxílio de funcionários, a plataforma é bastante inclinado e perigosa para manobra independente, a estação possui banheiro adaptado de fácil acesso, a estação possui funcionários treinados para auxiliar os deficientes.

Centro Cultural Banco do Brasil
Inaugurado em 12 de outubro de 1989, transformou-se em polo multimídia e fórum de debates. Com 17 mil metros quadrados, o CCBB RJ integra muitos espaços num só, onde a arte está permanentemente em cartaz. Para cada exposição, é elaborada uma “Estação Sensorial”, ou seja, um móvel com gavetas que representam um eixo temático da exposição, também é possível a visita com audiovisual pelo prédio e seu patrimônio por pessoas com deficiência visual, mas pessoas sem deficiência podem participar, colocando vendas nos olhos para experimentar uma visita diferente. Guia e guiado percorrem o prédio e vão tocando em pontos determinados. O prédio possui rampa de acesso, banheiro para cadeirantes, elevadores especiais, telefones públicos para pessoas com deficiência auditiva e visual, os cinemas e teatros possuem espaço reservado para cadeirantes. As quintas feira e sábados ocorrem as visitas em libras.

Paço Imperial
O Paço Imperial tornou-se referência no panorama cultural do Rio de Janeiro e inaugurou um novo ciclo na Praça XV e suas imediações, onde foram surgindo outros centros multiculturais que atraem um público de cerca de três milhões de pessoas por ano em programações que envolvem desde grandes exposições de arte nacionais e internacionais, eventos musicais e literários, peças de teatro, espetáculos de dança, filmes, cursos e seminários. O acesso ao prédio para deficientes se faz pela entrada lateral por rampa de metal, mas é descontinuado na passagem para o pátio principal. Há também obstáculos para alcançar o restaurante e a loja. Para as salas de exposição do segundo andar, há acesso por elevador. Visite também as ruínas da fundição no piso térreo, onde se derretia o ouro quando o Rio era o porto de exportação de riquezas de Minas Gerais, no século 18.

Voo de Asa Delta e Paraglider
Um Voo de Asa Delta ou Paraglider no Rio de Janeiro é sem dúvida alguma uma experiência inesquecível. Conhecida por suas exuberantes belezas naturais, a cidade do Rio de Janeiro é mundialmente conhecida como um lugar perfeito para se voar de Asa Delta. A rampa de decolagem fica na Pedra Bonita em São Conrado, a quase 600 m de altitude. Lá de cima você poderá observar a Pedra da Gávea, o morro Dois Irmãos, o famoso Corcovado, e terá uma visão panorâmica do Parque Nacional da Floresta da Tijuca, simplesmente a maior floresta urbana do mundo. O Voo Duplo de instrução é realizado por instrutores com milhares de voos de experiência, especializados em voos com deficientes físicos e certificados pela Associação Brasileira de Voo Livre. Não há nenhum impedimento para o voo de pessoas deficientes ou com mobilidade reduzida, deve-se apenas tomar algumas precauções necessárias, como o total compreendimento das instruções de voo, para o salto de cadeirantes é somente necessário imobilizar as pernas, para os deficientes visuais a instruidor narra todo o procedimento e o voo, para os deficientes auditivos as instruções são passadas em libras ou indicações escritas e combinações de sinais para a hora do voo.

A programação acima é uma sugestão, está acessível para todos e pode sofrer alterações devido a fatores climáticos, de acesso, ou outros que a operadora julgue poderem interferir na segurança ou bem estar dos viajantes. Há outros atrativos que podem compor seu passeio, porém podem conter algumas restrições. Em qualquer caso, o contato com a Turismo Adaptado é muito importante, pois assim poderemos oferecer as melhores condições.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: