São Paulo (São Paulo)

São Paulo é conhecida por ser a cidade que nunca para e a locomotiva do Brasil, a metrópole vai muito além disso, ela irá te surpreender com sua diversidade e atividade cultural, muitos teatros, shows, opções de lazer e várias opções em gastronomia, não deixe de comer a típica pizza paulistana.

1 ° Dia – São Paulo
Apresentação no Aeroporto com destino a São Paulo;
Chegada, recepção e Transfer o hotel escolhido;
Check-in no hotel escolhido.

2 ° Dia – Centro Histórico
Pela manhã passeio pelos principais pontos do centro histórico de São Paulo: Teatro Municipal, Shopping Light, Ed. Martinelli, Pateo do Colégio, Mosteiro de S. Bento, Viaduto do Chá, Torre do Banespa (somente externo), Bolsa de Valores, Catedral da Sé, Marco Zero, Largo São Francisco, Prédio da Prefeitura, Praça da República, Vale do Anhangabaú, Ed. Itália e Ed. Copan. Parada para o almoço no Mercado da Cantareira, popularmente conhecido como Mercadão Central, na parte da tarde passeio pela Estação da Luz, Museu da Língua Portuguesa, Parque da Luz e Pinacoteca.

Estação da Luz    Catedral da Sé

3 ° Dia– Aquário de São Paulo e Parque da Indepência
O Aquário de São Paulo é totalmente tematizado e apresenta setores que remetem os visitantes a um mundo de encanto e fantasia, alguma das atrações são o Igarapé da Amazônia, Patagônia, Lagoa dos Jacarés, Réplica de um Submarino em tamanho natural, Caravela dos Piratas, Mundo encantado das Sereias, Interior do Navio Naufragado, Tubarões e raias acima e em volta, Vale dos Dinossauros, Evolução do Homem, tanque dos tubarões entre outros. O Parque da Independência está situado, no bairro do Ipiranga, junto ao Riacho do Ipiranga, onde D. Pedro I declarou a Independência do Brasil, o parque abriga o Monumento à Independência, a Cripta Imperial, a Casa do Grito e o Museu do Ipiranga (atualmente fechado para reforma).

Aquário de São Paulo    Parque da Independência

4 ° Dia – Paulista e Ibirapuera
Passeio pela avenida mais badalada da cidade, nela se concentra tudo o que há de melhor em São Paulo, como o MASP (Museu de Artes de São Paulo), centros culturais, o parque do Trianon, livrarias, casas teatrais, cinemas e shoppings. Após este passeio iremos visitar o Parque do Ibirapuera, este é o parque urbano mais importante da cidade, nele se encontra o MAM (Museu de Arte Moderna), o MAC (Museu de Arte Contemporânea), o pavilhão de exposição OCA, Museu Afro Brasileiro, o parque também possui o serviço de aluguel de bicicletas.

Parque do Ibirapuera    MASP

5 ° Dia – Zoológico e Jardim Botânico
O dia inicia no Zoológico de São Paulo, ele é o maior do Brasil, é um passeio para toda a família, hoje o Zoo conta com 3.200 animais entre aves, répteis, mamíferos, anfíbios e invertebrados espalhados em 824.529 metros quadrados de Mata Atlântica. Finalizaremos o dia no Jardim Botânico, ele possui 143 hectares abrigando várias espécies vegetais, o Museu de Botânica, duas estufas, animais como Tucano do bico verde, bugios e bichos preguiça, a nascente do riacho Ipiranga e o parque.

Estufas Jardim Botânico    Zoológico de São Paulo

6° Dia – Museu do Futebol
Museu do FutebolImpossível não se contagiar de cara com a atmosfera boleira deste museu cravado debaixo das arquibancadas do Estádio do Pacaembu. Todas as atrações são multimídia e interativas. Projetores exibem fotografias gigantes de ídolos como Pelé, Garrincha, Zico e Ronaldo. Numa sala, fotos antigas contextualizam os primórdios do esporte no Brasil. Há muito material em vídeo, mostrando dribles, gols e jogadas marcantes.

Quem quiser se aventurar (sobretudo as crianças), pode brincar de cobrar um pênalti e medir a velocidade do chute numa atração ou jogar com uma bola virtual em outra. Duas experiências arrepiam os visitantes: imagens de torcedores incentivando aos berros seus times, projetadas em telões debaixo das arquibancadas, e o acesso para ver (e fotografar, é claro) o gramado verdinho do Pacaembu. Em outra sala, telas em alta definição apresentam a história das copas e a participação da Seleção em cada uma delas. Difícil é sair de lá sem querer gritar “Brasil, Brasil, Brasil”.

7° Dia – Retorno
Check-out do hotel escolhido;
Transfer para aeroporto de São Paulo (Congonhas ou Guarulhos)
Voo Volta.

Proposta inclui:

  • Passagens aéreas ida e volta em classe econômica;
  • Transfer In / Out em São Paulo;
  • 06 noites de hospedagem no hotel escolhido em quarto adaptado com café da manhã;
  • Passeios citados;
  • Guia de Turismo nos passeios.

Não inclui:

  • Refeições, exceto as mencionadas;
  • Passeios opcionais;
  • Ingressos;
  • Gorjetas para carregadores de malas;
  • Taxas extras;
  • Tudo o que não estiver expressamente mencionado no item “pacote inclui”.

Passeios Opcionais:

– Edifício Itália:
A construção do gigantesco edifício inaugurado em 1965 na esquina das Avenidas Ipiranga e São Luiz só foi permitida pelas autoridades municipais por se tratar de um prédio localizado em um dos pontos focais de São Paulo, segundo consta nos documentos guardados pela administração do local. Com 150 metros a partir do nível da rua, o Edifício Itália tem 44 andares e um subsolo, 19 elevadores, 52 mil metros quadrados de área construída e capacidade para 10 mil pessoas em atividades normais ou população flutuante de 25 mil pessoas. No edifício pode-se encontrar um teatro e uma galeria no térreo, um clube (Circolo Italiano) nos três primeiros andares e um restaurante-bar no terraço. Muito visitado por turistas do mundo todo, o Terraço Itália é um dos pontos privilegiados para ver a cidade. Os outros andares são ocupados por escritórios. Hoje, o Itália é protegido pelo Patrimônio Histórico como um dos melhores exemplares da arquitetura verticalizada brasileira.

– Biblioteca Mario de Andrade
A Biblioteca Municipal de São Paulo foi fundada em 1925 e aberta ao público no ano seguinte, funcionando durante 15 anos no número 37 da Rua Sete de Abril. Com o aumento do acervo, foi transferida para novo prédio na Rua da Consolação, 94. O novo edifício foi idealizado por Rubens Borba de Morais e inaugurado oficialmente em 25 de janeiro de 1942 pelo então prefeito Prestes Maia. Recebeu o nome do escritor modernista Mário de Andrade a partir de 15 de fevereiro de 1960. Atualmente, a biblioteca possui um dos acervos mais expressivos do país, destacando-se na coleção de mapas, obras raras, microfilmes e periódicos. São aproximadamente 350 mil volumes em livros e 11 mil títulos de periódico.

– Centro Cultural Banco do Brasil
Inaugurado em 21 de abril de 2001, o Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo, por meio de uma programação de qualidade e de seus programas educativos, contribui para mudar a relação do paulistano com o centro da cidade. A construção foi inteiramente reformada para abrigar o Centro Cultural Banco do Brasil. Os elementos originais foram restaurados, mantendo assim as linhas que o tornam um dos mais significativos exemplos da arquitetura do início do século. A construção de cinco andares (mais subsolo e mezanino) foi tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Arqueológico e Turístico de São Paulo (Condephaat) e pelo Departamento do Patrimônio Histórico/Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (DPH/Conpresp). O CCBB apresenta uma programação original, em áreas como música, artes plásticas, cinema, literatura, dança, teatro e programas educativos.

– Catavento Cultural
O Catavento Cultural – Museu da Ciência e Tecnologia, criou um roteiro específico para atendimento a pessoas com deficiências físicas, intelectuais, visuais e auditivas, com adaptação do conteúdo abordado a cada tipo de necessidade. O Catavento Acessível proporciona uma visita diferenciada, com ênfase na associação do conteúdo científico de suas instalações com o dia a dia do visitante, de forma lúdica e pautada por exemplos práticos, explorando o lado sensorial para estimular a interatividade do grupo com as atividades propostas.

– Parque Horto Florestal
O Horto Florestal foi criado em 1896, pelo naturalista e botânico sueco Alberto Löfgren. A Biodiversidade do Parque é rica e representativa, possui importantes coleções arbóreas e inúmeras espécies exóticas como eucalipto, pinheiro-do-brejo com suas raízes esculturais (algumas centenárias) e nativas como o pau-brasil, carvalho-nacional, pau-ferro, jatobá entre outras. É comum observar bandos de tucanos, maritacas, jacus, capivaras, esquilos, bugios, macacos-prego, garças, socó, mergulhões. Há lagos e bicas d’água potável que brotam de seu solo, além de belas alamedas, oferecendo ao visitante um acolhedor espaço para práticas esportivas, piqueniques ou uma simples caminhada, respirando ar puro, ao som de pássaros e cigarras.

– Bares da Vila Madalena
Visite a Vila Madalena e conheça os bares do bairro mais boêmio da cidade.  Os bares e restaurantes deste roteiro foram cuidadosamente verificados para seu conforto e tranquilidade. Todos os locais possuem banheiros acessíveis. Bares e restaurantes indicados com o símbolo do cão-guia, possuem terraço ou área externa para você ficar com o seu cão-guia.

A programação acima é uma sugestão, está acessível para todos e pode sofrer alterações devido a fatores climáticos, de acesso, ou outros que a operadora julgue poderem interferir na segurança ou bem estar dos viajantes. Há outros atrativos que podem compor seu passeio, porém podem conter algumas restrições. Em qualquer caso, o contato com a Turismo Adaptado é muito importante, pois assim poderemos oferecer as melhores condições.

%d blogueiros gostam disto: