Publicado por: Ricardo Shimosakai | 09/04/2013

Acessibilidade é o tema central do Congresso Nacional de Hotéis 2013 (Conotel)


Acessibilidade é o tema central do Conotel 2013

A 55ª edição do Congresso Nacional de Hotéis (Conotel), maior evento da hotelaria brasileira, aconteceu no Transamérica Expo Center, em São Paulo, com o tema “Desafios e perspectivas regionais da indústria de hospitalidade”.

O congresso é uma realização da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB), Resorts Brasil e Grupo Fiera Milano, que traz pela primeira vez ao país a feira Food Hospitality World – 1a Feira Profissional de Alimentação e Hospitalidade, simultaneamente ao Conotel.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira, era esperado para a abertura, mas não compareceu. Ele foi representado por Vinícius Lummertz, secretário Nacional de Políticas do Turismo do Ministério do Turismo. Também participarem da cerimônia de abertura, o presidente da ABIH Nacional, Enrico Fermi Torquato; Alexandre Sampaio; Dílson Jatahy Fonseca Jr., presidente da Resorts Brasil; o prefeito de Campinas, Jonas Donizeti Ferreira; Marcelo Pedroso, diretor de Mercados Internacionais da Embratur; Orlando de Souza, diretor de Marketing da TUR-SP; Bruno Omori, presidente da ABIH-SP; Ana Clévia Guerreiro. representando o presidente de Sebrae Luiz Barretto; o presidente da SPTuris, Marcelo Rehder, que representou o prefeito de São Paulo Fernando Hadad; o deputado federal, Otávio Leite; e a deputada estadual Célia Leão.

O economista Delfim Netto e o consultor Stephen Kanitz são alguns dos palestrantes confirmados.

Acessibilidade

Mais de 40 milhões de brasileiros declaram ter algum tipo de deficiência, segundo Censo Demográfico 2010. Ao incluir neste contingente pessoas com mobilidade reduzida, nas quais enquadram-se também idosos e gestantes, por exemplo, o total sobe para 50 milhões. “É um nicho de mercado que enxerga o turismo e a hotelaria como opções de lazer e inclusão social. Há hotéis que investiram em acessibilidade e viram a taxa média de ocupação aumentar para 90% ao ano”, explica Edison Passafaro, coordenador de Mobilidade e Inclusão da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH Nacional).

Segundo Passafaro, o empresário da hotelaria precisa entender a acessibilidade como um investimento e não como despesa. “É uma fatia representativa da população que acaba não consumindo mais por falta de condições básicas de infraestrutura nos hotéis. Inteligente será aquele que enxergar as adaptações físicas como oportunidade.”

Fonte: Brasilturis


Respostas

  1. Really clear website , regards for this post.


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: